I COPA DE JUDÔ DO BATALHÃO DE CHOQUE.


Foi aberta na manhã do dia 28, às 08 horas, a I Copa de Judô do Batalhão de Choque, com a participação de diversos atletas que estão competindo nas mais diversas categorias, a partir dos 9 anos de idade.

A solenidade foi aberta pelo Comandante do Batalhão de Choque Major Carlos Rolemberg, que inicialmente agradeceu ao apoio dado ao evento pelo Comando da Polícia Militar do Estado de Sergipe, na pessoa do Cel. Aelson Resende, pelo SESI, na pessoa do Sr. Acrísio Campos, diretor da entidade e à Federação Sergipana de Judô. Durante o seu discurso, o Maj. Carlos Rolemberg destacou a importância de um evento deste porte, realizado dentro do próprio BPChq, fazendo com que haja uma maior interação entre a comunidade e a Polícia Militar, bem como, pelo fato de estar moldando o caráter das crianças e jovens através do esporte, evitando que enveredem por caminhos tortuosos da vida. Por fim o Comandante do Choque apresentou à sociedade sergipana, o trabalho desenvolvido pela Unidade em parceria com o SESI, onde crianças e jovens de escolas públicas têm a oportunidade de praticar o judô, em aulas ministradas pelo Sd. Elvio, que pertence ao BPChq, o qual é faixa preta e professor da modalidade, ressaltando que os kimonos usados pelas crianças e jovens do projeto, foram doados pelo SESI.
Já o Sr. Acrísio Campos, diretor do SESI, destacou a importância do evento, sobretudo porque propicia, principalmente às crianças e jovens que participam do evento, uma oportunidade de através do esporte, livrarem-se dos perigos das drogas que tanto atormentam as famílias sergipanas e brasileiras. Na oportunidade, o Sr. Acrísio parabenizou o Comandante do BPChq, Major Carlos Rolemberg, bem como, todos os demais integrantes da Unidade, pela brilhante idealização do evento da Copa de Judô e do projeto para ensinar a modalidade a crianças e jovens menos afortunados.
O evento está contando com a presença de um grande público, bem como, com as presenças do Cel. Enilson Aragão, Comandante do CPMC, do Presidente da Federação Sergipana de Judô, do advogado Dr. Márlio Damasceno, dentre outras personalidades presentes.

Por fim, o Major Carlos Rolemberg agradeceu também ao apoio dado pelo HPM que disponibilizou uma equipe médica, além de uma ambulância para o evento, bem como, o SESI que também disponibilizou também outra ambulância, para em caso de contusão de algum atleta, ser prestado a imediata assistência médica.










Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RESULTADO SELETIVA SUB 18 E SUB 21